Mulher Com Saco De Colostomia É Humilhada Na Piscina Após Ser Acusada De Assustar As Crianças!

Com 17 anos de idade, Jade Hughes começou a sentir horríveis dores de estômago, tão fortes que ficava acamada ou estava constantemente na casa de banho. Infelizmente, nenhum medicamento parecia funcionar.

Os médicos diagnosticaram a Jade uma colite ulcerosa, uma forma de doença inflamatória intestinal (DII), que causa inflamação e feridas no trato digestivo. Sem outras opções, Jade decidiu submeter-se a uma cirurgia para remover o seu intestino grosso. O intestino foi substituído com uma bolsa drenável.

A principio, Jade estava insegura em relação ao saco, mas também estava esperançada que o saco permitisse voltar a viver uma vida normal e activa. Mas Jade, agora com 23 anos, nunca esperou ser humilhada por nadar em público.Devido à operação, Jade passou a ter que carregar constantemente baldes e toalhetes húmidos sempre que participava em actividades físicas ao ar livre. Para celebrar o seu novo senso de liberdade e recuperar a sua saúde, Jade inscreveu-se no clube de natação da sua comunidade.

Não muito tempo depois do seu registo, uma mulher de cinquenta e poucos anos aproximou-se de Jade e repreendeu-a em frente dos outros nadadores. Ela apontou para bolsa de colostomia de Jade e disse: “Acha que isso é apropriado para a piscina?”Jade, em declarações a um tablóide britânico, disse: “Naquele momento acho que fiquei completamente atordoada, como não respondi a mulher disse:” Então, você sabe que não deve ter essa exposição numa piscina? Não é muito bonito para as crianças ver.”
Apesar das queixas da mulher junto do salva-vidas, Jade foi autorizada a continuar a nadar na piscina.

No entanto, a mulher continuou olhar para ela com desaprovação, fazendo-a sentir-se muito desconfortável a nadar.
“Aquela senhora não faz a mínima ideia do que passei nos últimos sete anos”, relatou Jade. “Felizmente para mim, amo a minha bolsa e amo o meu corpo. Ela cuida de mim todos os dias, combate a infecção que mantém o meu coração a trabalhar e a bombear o meu sangue “.
Ano passado, Jade casou com Will, toda a sua nova e forte confiança é atribuída ao apoio incondicional do marido.“Não imaginam a quantidade de vezes que estivemos em público, e ele teve de encostar o carro para que eu pudesse ir à casa de banho, no meio de um campo”, diz ela.

Jade está partilhar a sua história para encorajar outras mulheres a orgulharem-se dos seus corpos.

“As pessoas vão julgar-te sempre, vão rebaixar-te para sentirem bem com elas próprias. As mulheres amam o seu corpo!! Gordo, magro, com cicatrizes, estrias, sacos de m****! Ame o raio do seu corpo!!!!!”