Homem Relata No Facebook Como TRAIU A Esposa E EMOCIONA O Mundo!

Uma rápida visita ao perfil de Facebook do humorista Jason Hewitt e tem a certeza do quanto ele ama a sua esposa e família. Mas foi um relato de traição publicada no Facebook que o fez ficar em evidência. Jason conta que estava numa loja de departamento e enquanto aguardava pela sua vez de pagar, admirou uma mulher que estava à sua frente. Foi quando percebeu que era a sua esposa.

A sua publicação recebeu mais de 350 mil gostos e logo se tornou o assunto do momento nos EUA, fazendo milhares de mulheres suspirarem com a sua sensibilidade e homens invejarem as suas palavras. Leia agora o depoimento traduzido de como ele traiu a esposa:

“Confesso que estou um pouco envergonhado por admitir isto, mas de certa forma hoje traí a minha mulher. Passo a explicar! Estava no supermercado à compra de alguns artigos  – pinça de sobrancelha, corta-unhas, máquina de barbear, cera de depilação para o bigode, alguns petiscos e uma bucha para o caminho – quando estava na fila do caixa e vi uma mulher que me chamou a atenção. Pensei para mim “Uau, quem será o sortudo que está com ela?”, e numa questão de segundos dei conta que era a minha esposa!

Sabes, foi algo fora do normal ver a minha mulher na mesma loja, mesma fila de caixa, viver a vida sem saber que era possível eu e ela estarmos no mesmo lugar, à mesma hora, mas em carros diferentes. Tinha uma pessoa entre nós na fila. Então fiquei só a observar o meu amorzinho. Até mandei duas mensagens de texto do tipo “E então gatinha?!” e “O que estás a comprar minha linda?”, mas que não tiraram a atenção dela enquanto procurava na bolsa um vale de desconto que deve ter guardado especialmente para aquela compra. Acabei por desistir de chamar a atenção dela, e como podem imaginar, podia ter aparecido ao lado dela deixando-a ao mesmo tempo envergonhada e feliz por me ver, mas ao invés disso fiquei na minha, apenas a observar e pensar sobre o que sentia por esta mulher.

Em primeiro lugar, fiquei mais uma vez surpreso com a beleza dela. Acredito que reparo nisso sempre, mas hoje, sem saber que ela estava na mesma loja, vi-a com outros olhos e não pude acreditar que era eu o marido dela. E isso fez-me ficar vermelho – mas não se notou por causa da minha enorme barba. Em segundo lugar, fiquei espantado pelo fato de ela não reparar nem um pouco que eu estava ali. E isso tem um lado bom e um lado mau. É bom porque mostra que ela não tem aquele olhar curioso e porque ela não viu o maluco de barba grande espiar por cima do ombro dela. Mas mau porque podia não ser eu ali. Preciso comprar-lhe gás pimenta…

Além disso, também foi mau porque percebi o quanto estive perto de nunca ter tido o amor dela e todo o esforço que tive que fazer há anos atrás apenas para ganhar a atenção dela e ter uma hipótese de sair com ela. Por um minuto senti aquela dor familiar da desgraça quando a vi pela primeira vez e disse para mim mesmo que era impossível. Mas de alguma maneira conquistei-a apesar das minhas inseguranças, imperfeições e incapacidades.Por fim, estava tão feliz em ver a totalmente confidente, independente, capaz, humilde, graciosa, doce e maravilhosa pessoa que ela é. E então ela pegou as compras e saiu pela porta. Nunca lhe disse nada, não a chamei para perto de mim, fiquei apenas olhar enquanto ela se afastava, admirando, sabendo que era a minha esposa e que amo tudo a seu respeito. Ela raramente acede ao Facebook então provavelmente não verá esta publicação e não vai perceber que de certa forma hoje foi traída, mas pensei em partilhar com todos vós uma vez que sou apenas um tipo estranho a passeio nesta vida, e ao mesmo tempo com a certeza de que outras pessoas já tiveram experiências parecidas com as pessoas que amam, de um modo ou de outro, e que sabem que estes são momentos perfeitos.

Moral da história: é bom olhar aqueles que amamos como se fosse a primeira vez sempre que possível, para lembrarmos como somos sortudos em ter estas pessoas nas nossas vidas.”

E esse olhar pode fazer a diferença em qualquer relacionamento, não é? Tenho certeza que se exercitarmos esta forma de ver, também teremos histórias incríveis para contar.