Enorme objeto não identificado que voa perto da Terra pode ser Nave Espacial segundo Cientistas!

Um enorme e longo objeto em forma de charuto foi visto voando através do nosso sistema solar e os cientistas ainda não descartam a possibilidade de ser uma nave espacial.

Este OVNI é único, sendo o primeiro visitante a viajar pelo nosso sistema solar vindo de outros lugares da vasta e misteriosa galáxia.

Os astrónomos da Universidade do Havaí – que descobriram este incomum viajante – primeiro pensaram que estavam olhando para um asteróide.

No entanto, suas estranhas características sugerem que poderia ser algo completamente diferente. Na verdade, há uma chance de podermos estar a olhar para uma nave espacial alienígena.A forma longa do objeto, semelhante a uma agulha de cor avermelhada, não encaixa perfeitamente com o que os cientistas reconhecem como um asteróide – que normalmente são mais redondos.

O Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí explicou que embora o objeto conhecido como Oumuamua tenha centenas de metros de comprimento, é apenas um décimo deste em largura.

Alguns cientistas notaram como essa forma seria ideal para uma nave espacial de longa distância, reduzindo as chances de uma colisão com gás espacial e poeira.

Oumuamua está atualmente viajando através da Via Láctea a velocidades de 196,000 mph. Parece que não vai ficar amarrado na atração gravitacional do sol.

Os pesquisadores do projeto Search for Extra-Terrestrial Intelligence (Seti) lançaram a seguinte declaração:

“Os pesquisadores que trabalham no transporte espacial de longa distância sugeriram anteriormente que uma forma de charuto ou agulha é a arquitetura mais provável para uma nave espacial interestelar, pois isso minimizaria o atrito e os danos causados ​​pelo gás e pelo pó interestelar.

Embora uma origem natural seja mais provável, atualmente não há consenso sobre o que essa origem poderia ter sido, e Breakthrough Listen está bem posicionado para explorar a possibilidade de que Oumuamua possa ser um artefato.”

Atualmente, a Seti está se preparando para usar um telescópio de rádio de alta tecnologia – conhecido como o telescópio de rádio do Green Bank – para observar Oumuamua e descobrir o paradeiro no universo do qual viajou aqui.

Os cientistas da NASA confirmaram no mês passado que acreditam que o objeto origina de fora do nosso sistema solar.

O estranho objeto está agora em torno de duas unidades astronómicas (UA) longe da Terra. Isso é duas vezes a distância da Terra ao Sol.

Com esta distância atual, o telescópio de 30 metros precisaria de menos de um minuto para detectar um transmissor omnidirecional.

Esta é uma oportunidade rara e valiosa para os cientistas reunirem informações sobre partes distantes do universo, seja ou não o objeto um artefato alienígena.

O Diretor do Berkeley Seti Research Center na Califórnia, Dr. Andrew Siemion, explicou:

“A presença de Oumuamua dentro do nosso sistema solar proporciona ao Breakthrough Listen uma oportunidade de alcançar sensibilidades sem precedentes para possíveis transmissores artificiais e demonstre nossa capacidade de rastrear objetos próximos e em movimento rápido.

Se este objeto se revela artificial ou natural, é um ótimo alvo para Breakthrough Listen.

O telescópio deve ser apontado para o objeto nos próximos dias.

A primeira rodada de observações levará 10 horas no total, divididas em quatro “períodos” separados, de acordo com a rotação de Oumuamua.

Podemos em breve estar vislumbrando uma espécie alienígena muito avançada e aventureira? Se sim, vamos esperar que eles sejam amigáveis…